Domingo, 15 de Julho de 2007
Hoje é dia de ir a votos na capital, esperam-se níveis de abstenção elevadíssimos devido a estarmos no que é considerado época de férias.
Os portugueses são pessoas engraçadas, passam a vida a reclamar com os governos, as autarquias as decisões tomadas por exemplo em referendos, mas quando chega a hora de ir às urnas, fica tudo em casa a ver televisão e à espera que aquelas emissões especiais que duram horas lhes digam o que é que os portugueses, que foram votar e exerceram o seu direito, escolheram para mandar por cá. Sinceramente acho que essas ditas pessoas que não votam não têm o direito de mandar palpites para o ar e boquinhas ao governo, tiveram oportunidade de escolher, não o fizeram?! Agora levam com o que os outros escolheram...
Também é certo que a maioria dos políticos portugueses não são flor que se cheire, e que às vezes não apetece votar em nenhum, mas são os que temos, e uma coisa é certa alguém tem de governar o país. Faço aqui um apelo a todos os que se acham capazes de ser políticos, e não arguídos nem suspeitos em processos de corrupção, em Portugal que começem a militar para que o país chegue a algum lado...

Voltando à abstenção, realmente os portugueses não têm lá muito civismo caso contrário não se registariam taxas que por vezes excedem os 50%, sinceramente não me espanta que em Portugal, ao contrário de muitos países da Europa não se recorra ao referendo com frequência, para quê? Gastar dinheiro e no fim meia dúzia de gatos pingados dirigirem-se às urnas?

O sistema também poderia ser melhorado, eu sei que é o sistema que temos que é fiável e que ninguém quer pensar noutro, mas ó senhor Sócrates já agora com essa história do simplex já que mudavamos isto também para que as taxas de abstenção diminuissem, como diz o outro se Moamé não vai à montanha, a montanha vai a Moamé...

Então aqui ficam umas dicas:

Exceptuando as eleições autárquicas, essas sim são mesmo e têm de ser mesmo regionais permitir que se vote em qualquer mesa de voto do país, ora porquê? É simples as pessoas não fazem a vida em função de eleições, que são sempre ao Domingo, o Domingo é um dia em que por excelência há tendência para as famílias irem passear, ter com a família que mora lá longe, ..., ou seja, isto promove a que, "olha já agora vamos votar todos", ou "ainda não votámos hoje, mas há ali uma mesa de voto", ou "bolas as urnas já fecharam, não chegamos a horas por causa do trânsito", permite também que as pessoas que estão recenseadas em determinado local mas que entretanto mudaram de residência, mas nunca mudaram a sua mesa de voto não tenham de se deslocar para ir votar.

Instaurar o voto electrónico, de duas formas, quer nas mesas de voto através de um simples e mero computador, para que devido às deslocações de pessoas que não são daquela área haja boletins de votos para todos. E a partir de casa, bem esta medida é de facto mais complicada, devido à segurança na internet, mas quem já compra impressos, publica documentos no Diário da República ou mesmo enviar o IRS, é só melhorar mais um pouquinho e temos um sistema de votação on-line. Esta sim seria "a medida" se todos pudessem votar sem sequer sair de casa as taxas de abstenção desceriam a pique... E mais apesar do sistema a implantar exigir um investimento inicial mais tarde reduzir-se-á custos pois se as pessoas não vão ás urnas não será necessário tantas pessoas em mesas de voto e não será preciso imprimir tantos boletins de voto, o que para além de económico é bom para o ambiente.

Ás vozes do país que por acaso lerem este documento espalhem a mensagem, porque alguém sozinho não vai muito longe.

E aos lisboetas, hoje não se esqueçam de ir votar.




publicado por Marta Santos às 10:42 | link do post | comentar

7 comentários:
De JorgeColaco a 15 de Julho de 2007 às 12:40
"Instaurar o voto electrónico, de duas formas, quer nas mesas de voto através de um simples e mero computador, para que devido às deslocações de pessoas que não são daquela área haja boletins de votos para todos. E a partir de casa, bem esta medida é de facto mais complicada, devido à segurança na internet, mas quem já compra impressos, publica documentos no Diário da República ou mesmo enviar o IRS, é só melhorar mais um pouquinho e temos um sistema de votação on-line. Esta sim seria "a medida" se todos pudessem votar sem sequer sair de casa as taxas de abstenção desceriam a pique... E mais apesar do sistema a implantar exigir um investimento inicial mais tarde reduzir-se-á custos pois se as pessoas não vão ás urnas não será necessário tantas pessoas em mesas de voto e não será preciso imprimir tantos boletins de voto, o que para além de económico é bom para o ambiente."

Concordo apesar da Internet não ser segura a 100% existem sempre bons técnicos de segurança informática que podem, e muito, melhorar a segurança existente em alguns sistemas, e também porque esta medida é bem mais verde já que não se vão gastar toneladas de papel para os votos escritos à mão.


De Marta Santos a 15 de Julho de 2007 às 13:21
E mais, temos de concordar que tal como tu disseste não é seguro, mas também temos de ter em conta que a contagem dos votos feita por mão humana também é um processo com margem para erro, até porque para além de erros fortuitos pode sempre ocorrer falsificação dos resultados obtidos, como por vezes é notícia pelo mundo fora. Em Portugal que eu saiba não há registo de casos destes, mas uma coisa é certa uma máquina bem programada nunca se engana...

Amt mt


De JorgeColaco a 15 de Julho de 2007 às 12:41
Oo Amt mt Amor xclp, tava c a pressa de ir almoçar!


De Pedro a 15 de Julho de 2007 às 16:18
Tens muita razão em muitas coisas que dizes, mas há alguns pontos em que eu não concordo ;)

Relativamente a candidaturas por parte de arguidos. Eu não vejo o impedimento. Afinal de contas a Constituição consagra o direito de Presunção de Inocência até ao Julgamento. Tanto os arguídos como os suspeitos de corrupção não passam de isso mesmo, suspeitos. Têm tanto direito, e caso considerem que assim é, como dever de se candidatar a cargos políticos.

Caso se verifique que são culpados serão exonerados dos cargos. Tão simples quanto isso. Mas fazer julgamentos precipitados baseados em alegções é, no mínimo, discriminação. É claro que há situações e situações, arguídos sob medida de coação óbviamente não poderam candidatar-se, mas isso será mais por razões técnicas (tais como a dificuldade em recolher assinaturas por exemplo lol) do que legais.

Quanto a sectarizção dos votos, essa é uma medida que traz vantagens. Cada frequesia tem o seu número de eleitores e os seus dados. Não sei se foste votar recentemente mas é necessário comparar pelo menos 3 registos diferentes. Caso toda a gente decidisse um dia votar fora do "sítio" isso geraria um caos tal devido às confirmações que isso só podia dar asneira. A meu ver, o sistema de agora é mais rígido mas mais organizado. Pela minha parte prefiro o Rigor à flexibilidade dado que o que está em jogo é o destino do meu país lol.

Por fim o voto electrónico. A ideia é óptima porém falta-lhe bases logisticas. A maioria das votações é feita hoje em dia em escolas e edíficos "ocupados" para a ocasião. O equipamento de voto electrónico é muito especifico e deve manter-se isolado quando não está a ser utilizado. Logisticamente seria ridiculo instala-lo em escolas lol. Daí que tornar o voto electrónico a todo o país terá que ser um investimento pensado. Até porque nem deve ser barato.

Mas de qualquer maneira não tou muito entusiasmado. Estes desgraçados nem distribuir os professores do secundário electrónicamente conseguem, quanto mais contar os votos de milhões de portugueses ;)


De Lorenzetti a 16 de Julho de 2007 às 11:12
Continua o incompreensível direito de voto exclusivo em Lisboa dos residentes em Lisboa.

Sendo que residir em Lisboa é cada vez mais raro, como se sabe, relativamente ao número de pessoas que aí vivem todo o dia, porque aí trabalham, estudam, ou porque passam aí quase todo o seu tempo.

Todos aqueles que penam no IC19 ou na autoestrada Cascais-Lisboa ou na Ponte 25 de Abril, Vasco da Gama e afins passam o seu dia em Lisboa.

Muitas vezes mal conhecem o sítio onde vivem, desde os vizinhos a quem é o presidente da Câmara, para não falar no -- nunca soube quem é, nem de que partido é -- presidente da 'junta'.

No entanto, não votam em Lisboa.

A mesma Lisboa onde fazem tudo, onde gastam e ganham dinheiro, que conhecem melhor que o concelho onde vão dormir.

O que leva L. a pensar se os resultados eleitorais em Lisboa não serão injustos, errados e inúteis.

Pelo menos enquanto os universitários e restantes estudantes, e todos os que 'dormem' fora de Lisboa, que trabalham em Lisboa, aqueles cujo BI não diz Lisboa em 'residência', não votarem em Lisboa.

Porque vendo bem, são eles que vivem -- e que são -- a Capital.


De Marta Santos a 16 de Julho de 2007 às 11:30
Sinceramente nunca tinha pensado nisso, sou estudante em Lisboa e passo cá a maior parte do ano em consequência disso, estou mais desligada da minha cidade natal, mas sei perfeitamente quem são o presidente da câmara e da junta de freguesia, talvez porque o meu pai este envolvido directamente na campanha, não sei...

Sinceramente gostava de poder dar a minha opinião em Lisboa, mas considero que apesar de não me encontrar na minha terra natal a maior parte do tempo ela é mais valiosa lá. Talvez por ser uma cidade com 20 000 habitantes e Lisboa ter 1 000 000. Não sei...

Obrigado pela visita

**


De Petição - Votar nos dias úties a 16 de Junho de 2009 às 16:18

Vale a pena assinar a petição, assim já não há desculpas!


Comentar post

mais sobre mim
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

trapos cozidos #2

trapos cozidos #1

Sewing time!!!

Férias!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...

countdown

Projecto de verão

Parvoíces take n...

status update

SOS Lagoa do Fogo

new layout

arquivos

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

comentários recentes
Olha Marta, Na Noruega para ver meia duzia de ping...
Muito bem escrito, Marta. Parece que já estás a co...
Marta!E a todos os que quiserem ler o meu comentár...
Bom mark! É muito interessante e agradável! Ele co...
Então e o zoologico que são 17€ ??? Isso sim é uma...
foda-se, quem vai comprar essas merdas. n te enxer...
Notícia de 12 de Maio de 2008 da - movijovemAprove...
Adorei as linhas exteriores, realçam mesmo a moder...
sua destreza e imaginação são absolutamente extrao...
Possuí veia de escritor e gostaria de ver os texto...
blogs SAPO
subscrever feeds